05/12/2017 beaba do marketing digital

Muitos pensam que o processo de compra começa quando o cliente entra em contato com a equipe de vendas e eventualmente fecha negócio. Por isso, muitas empresas, ao iniciarem suas estratégias de marketing digital focam em fazer ofertas, porém, este conceito é equivocado.

O comportamento do consumidor não é mais o mesmo.

Com o passar do tempo, os clientes estão cada vez mais digitais e participativos, e isso fez com que o Marketing Digital deixasse de ser uma opção para se tornar uma necessidade.

De forma simplificada, o Marketing Digital nasceu de uma adaptação do marketing tradicional e foi inserido no meio online. Sua principal ideia é fazer com que as pessoas procurem por sua empresa através de anúncios ou ofertas direcionados à quem possui real  interesse no seu produto ou serviço.

Como começar no Marketing Digital?

O Marketing Digital é uma área muito ampla e se utiliza de várias estratégias que, em conjunto, buscam obter o máximo possível de retorno sobre o seu investimento.

É por meio destas estratégias que a empresa cria um envolvimento com seu público, que além de ter acesso às suas ofertas, participam mais ativamente de suas campanhas.

Alguns dos recursos mais utilizados são as redes sociais, e-mail marketing, links patrocinados (Google AdWords e Facebook Ads, por exemplo) entre outras estratégias, as quais são focadas para atingir em cheio seu público alvo influenciando diretamente no seu negócio.

Para implantar uma estratégia de marketing digital na sua empresa recomendamos começar pelo básico, traçando objetivos bem definidos. A internet pode ajudar todo tipo de empresa a atingir o público que deseja, contanto que seja adotada uma estratégia e tenha persistência na mesma.

Para você que está iniciando no marketing digital e gostaria de implantar uma estratégia na sua empresa ou até mesmo para você que já realiza algumas ações básicas, como postagens nas redes sociais e não tem obtido o retorno que gostaria, nós montamos um pequeno roteiro para você seguir, com base nos 4 pilares fundamentais de toda estratégia de sucesso.

1 – E-mail Marketing

Trabalhe sua lista de e-mails. Se você não tem, comece a desenvolver uma hoje mesmo. Um banco de dados de e-mails tem um grau de importância muito relevante, pois esses contatos conhecem e se sentem interessados de alguma forma pela sua empresa.

Segundo pesquisa Content Trends 2017, realizada pela Rock Content, 95% das pessoas olham suas caixas de entrada de e-mails todos os dias, portanto, sim, o e-mail ainda é muito importante para as pessoas e continuará sendo.

O e-mail marketing é uma das estratégias mais baratas e eficientes do marketing digital, com muito pouco investimento é possível criar um canal de relacionamento extremamente relevante com seus leads e clientes. É também um dos principais canais de venda, pois proporciona um relacionamento direto com seu cliente, pois ao abrir um e-mail seu prospect dedica 100% da sua atenção ao seu conteúdo.

Entretanto, somente disparar e-mails aleatórios não é suficiente. Primeiramente é necessário estabelecer quais objetivos a empresa pretende atingir, assim é possível chegar de forma direta, rápida e massiva a inúmeras pessoas, onde quer que estejam.

e-mail marketing funciona muito bem para quem possui loja física por exemplo, comece captando os e-mails dos seus clientes atuais para montar uma base de leads quentes, e você poderá montar uma estratégia de retenção e recorrência apenas enviando e-mails para as pessoas que já lhe conhecem.

Além de ser econômico se comparado a divulgações em outros meios de comunicação, com uma plataforma de e-mail marketing você pode gerar relatórios que permitem medir os resultados da sua campanha e o comportamento dos seus leads.

2 – Criação de site ou blog

Crie um canal oficial de conteúdo, seja ele site ou blog.

O site da sua empresa deve ser o centro de tudo. Todas as campanhas realizadas devem direcionar seus leads para lá. O site tem a função de encantar e converter seus clientes, com o objetivo de ser um facilitador para fechar negócios.

Junto ao site, pode-se também criar um blog corporativo, um espaço para postar conteúdos relevantes sobre a área do seu negócio, o que pode ser um diferencial na sua estratégia. Isso é Marketing de Conteúdo.

Para que seu visitante se transforme em cliente, você precisa projetar autoridade com o nome da sua empresa. Um blog é um caminho eficiente para isso, visto que ele trás conteúdo inédito e regular para o seu site, fazendo o visitante retornar após a primeira visita, conduzindo o lead na sua jornada de compras até o momento em que ele está pronto para converter.

Segundo pesquisa Content Trends 2017, o Marketing de Conteúdo traz 2,2 mais visitas para seu site e 3,2 vezes mais leads para quem o adota.

O Marketing de Conteúdo dá resultado, porém, você precisa fazer do jeito certo. Aquela sua postagem enorme no Facebook, com quase 500 palavras, não devia estar lá, e sim no seu blog. O blog deve ser seu canal oficial de informações, use a rede social apenas para direcionar visitantes ao seu blog.

3 – Redes Sociais

As redes sociais têm modificado completamente a maneira como as pessoas interagem com as empresas, e elas representam uma grande oportunidade para quem quer vender um produto ou serviço.

O marketing nas redes sociais ganhou a preferência de muitas empresas, por vários motivos, e o principal deles é a facilidade. É fácil criar uma fan page do zero e começar a postar conteúdo.

Porém, isso não tem dado mais tanto resultado como há pouco tempo atrás, as mudanças frequentes no algoritmo das redes sociais, em especial, Facebook, têm feito o alcance das publicações de empresas minguarem, com o objetivo de forçar as empresas a investir em anúncios pagos.

Em média, apenas 5% do seus fans no Facebook visualizam uma postagem organicamente.

Construir um relacionamento nas redes sociais envolve um bom planejamento de conteúdo, interação e sim, campanhas de anúncios pagos.

4- Invista em mídias pagas

Por último, mas não menos importante, separe um valor do seu orçamento para investir em mídias pagas, seja para impulsionar uma publicação no Facebook, seja para uma campanha de links patrocinados mais elaborada no Google Adwords.

No Google Adwords, a vantagem é que os usuários já estão procurando por uma palavra-chave que você relacionou ao seu serviço. Você oferece o que os clientes estão procurando no momento em que precisam. É o mecanismo de captação de demanda.

Porém, muitas das empresas que realizam suas próprias estratégias de marketing preferem o Facebook Ads pela sua facilidade na criação das campanhas. A principal diferença em relação ao Google Adwords, é que os anúncios no Facebook trabalham com a geração de demanda, ao invés da captação. O algoritmo do Facebook exibe seus anúncios com base no seu objetivo de campanha e interesses do público-alvo definido nela.

Atualmente, o Facebook Ads é a ferramenta mais utilizada para auxiliar na distribuição de conteúdos pelas empresas que adotam esta estratégia.

Marketing Digital para o seu Negócio

Conclusão

Como você pôde ver ao longo do texto, o Marketing Digital possui 4 pilares básicos que se interconectam, fortalecendo sua estratégia.

Não é necessário realizar todas as etapas ao mesmo tempo, você pode começar do básico criando uma estratégia de e-mail marketing para obter recorrência em vendas e melhorar o relacionamento com seus clientes.

Se você não tem um site ou blog ainda, pense seriamente em implantar o quanto antes, este deve ser o seu canal oficial de conteúdo.

Utilize as redes sociais para distribuir conteúdos e ofertas, sempre pensando na conversão. Você precisa levar seus leads para algum lugar, o seu site, sua landing page ou seu blog.

O que achou deste texto? Deixe seu comentário abaixo.

Caso você queira criar um planejamento de marketing digital para 2018acesse aqui para se cadastrar em nossa landing page.

Veja também:

Comente este artigo:

comentários