14/02/2017 por-dentro-do-adwords-saiba-como-a-sua-forma-de-anunciar-no-google-mudou.jpeg

Para as empresas que pretendem anunciar no Google como parte de suas estratégias de marketing, o ano de 2017 reservará a possibilidade de utilizar algumas novas ferramentas muito interessantes no AdWords.

No segundo semestre de 2016, o Google divulgou a implementação de três grandes mudanças dentro do AdWords que vão ajudar a potencializar o trabalho de quem for anunciar na plataforma a partir de agora.

Quer saber que mudanças são essas e como utilizá-las na sua estratégia? Continue a leitura e confira!

Quais as novidades para quem vai anunciar no Google em 2017?

1. Brand Lift

O Brand Lift é um recurso do AdWords voltado exclusivamente para campanhas realizadas no YouTube. Essa ferramenta tem como objetivo medir como um vídeo publicitário exibido na plataforma impacta um consumidor.

Uma das novidades anunciadas pelo Google é que agora o Brand Lift vai poder comparar dados de campanhas realizadas no YouTube com campanhas realizadas na TV.

A empresa que optar por utilizar esse serviço poderá comparar em tempo real quais de suas ações geram maior impacto no público-alvo e fazer as alterações necessárias na sua estratégia.

Para quem planeja trabalhar com branding em 2017, essa novidade vai ajudar a medir os esforços realizados e comparar os resultados das ações em diferentes plataformas de conteúdo.

2. Remarketing

O Remarketing já é uma ferramenta muito utilizada por quem investe no AdWords. Agora em 2017, ele será ainda mais útil do que já o é. Em poucas palavras, o Remarketing mira em consumidores que entraram no seu site, mas saíram sem fechar negócio.

A grande novidade do Google para quem usa o Remarketing é permitir que esse mesmo usuário receba os anúncios mesmo em dispositivos diferentes daquele utilizado para acessar seu site.

Por exemplo, imagine que um consumidor entra no seu site de manhã utilizando um computador pessoal. Na hora do almoço, seu anúncio no Remarketing pode alcançá-lo no smartphone e à noite no tablet pessoal.

Assim, as chances de converter o contato que já visitou seu site aumentam, assim como sua taxa de conversão.

3. Rede de Display

Em 2016, o Google notou que cerca de 30% dos usuários que interagiam com uma loja (por meio de site ou aplicativo) acabavam por comprar alguma coisa no estabelecimento físico da empresa em menos de 24 horas.

Com base nessa estatística, uma nova função foi adicionada aos anúncios realizados na Rede de Display do Google.

Agora, lojas físicas podem adicionar extensões nos anúncios contendo o seu endereço comercial, direções para chegar ao local e até mesmo fotos para impactar os consumidores e conquistar vendas.

Essa funcionalidade vai trabalhar em conjunto com o Google Maps e será ideal especialmente para quem trabalha com SEO Local.

Como você viu, as empresas que escolherem anunciar no Google em 2017 vão poder trabalhar com mais ferramentas e ter mais recursos à disposição para atingir o máximo de consumidores possível.

Se você ainda não sabe como utilizar os links patrocinados dentro da sua estratégia de Marketing Digital, confira o nosso guia com 6 Passos para uma Campanha de Sucesso no AdWords!

Comente este artigo:

comentários